Embaixada do Brasil em Londres “ganha” pichações contra a política ambiental de Bolsonaro

Publicado em 13 agosto, 2019
Compartilhe agora!

A fachada da Embaixada do Brasil em Londres amanheceu “decorada” com tinta vermelha nesta terça-feira (13) em protesto contra a política ambiental do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Ativistas do grupo ambientalista Extinction Rebellion, que organizaram a ação, jogaram tinta vermelha nas paredes embaixada e fizeram pichações com frases como “Stop Ecocide (pare ecocídio)”, “for the wild (pela natureza selvagem)” e “no more indigenous blood (sem mais sangue indígena)”.

LEIA TAMBÉM:
A luta é diária e em todo lugar. Neste dia 13 será nas ruas, diz presidente da CUT

Atos contra Bolsonaro nas capitais e em mais de 150 cidades nesta terça

Segundo um integrante de grupo, os danos ao patrimônio fazem parte da estratégia e são planejados.

“Os manifestantes jogam tinta, picham e são detidos (por danos) para falar na frente do juiz sobre a importância do meio ambiente e da causa”, conta.

Cerca de 20 pessoas, de diferentes nacionalidades, participaram do protesto.

Por meio de nota, a Embaixada do Brasil em Londres informou que “está e sempre esteve aberta a receber quem quer que deseje dialogar sobre o Brasil e suas políticas públicas”.

“O direito de protestar é assegurado em democracias como o Brasil e o Reino Unido. Já o direito de vandalizar, esse não existe em país algum”, esclareceu.

A Embaixada informou que “permanecerá em contato com as autoridades locais para acompanhar as investigações cabíveis. Trabalhará, também, para o ressarcimento dos cofres públicos por eventuais danos causados ao edifício”.

Com informações da BBC Brasil.

Compartilhe agora!