Por Esmael Morais

Em carta, Lula agradece parlamentares que se mobilizaram contra sua transferência

Publicado em 14/08/2019

O ex-presidente Lula (PT) enviou uma carta aos deputados que no último dia 7 de agosto se mobilizaram contra a sua transferência da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para a penitenciária II de Tremembé, no interior de São Paulo. No texto, o ex-presidente agradece o apoio e a “inequívoca demonstração de defesa das garantias individuais e do Estado Democrático de Direito”.

LEIA TAMBÉM:
Lula muito próximo de ser solto pelo STF

Defesa de Lula entra com habeas corpus no STF pelas revelações da Vaza Jato

“Com fé no Brasil e a certeza de que ainda vamos reencontrar a Justiça, a prosperidade e a paz, agradeço o gesto de solidariedade”, diz trecho da carta.

Leia a íntegra da carta:

Caros Deputados e Deputadas

Presidente Rodrigo Maia, Vice-Presidente Marcos Pereira, líderes Tadeu Alencar, Fabio Ramalho, Arthur Lira, André Figueiredo, Luiza Erundina, Fábio Trad, Rubens Bueno, Paulinho da Força, Paulo Pimenta, Daniel Almeida, Wellington Roberto, Bacelar, Jandira Feghali, Alessando Molon; Presidentes do PT, Gleisi Hoffmann, e do PDT, Carlos Lupi; e parlamentares de diversos outros partidos que compõem a Câmara dos Deputados: a todos que, na última quarta-feira, 7 de agosto, participaram no Supremo Tribunal Federal do ato contra mais uma arbitrariedade da Vara de Execuções Penais, no processo em que fabricaram minha condenação sem prova de qualquer crime, manifesto que assisti a uma oportuna e inequívoca demonstração de defesa das garantias individuais e do Estado Democrático de Direito.

Com fé no Brasil e a certeza de que ainda vamos reencontrar a Justiça, a prosperidade e a paz, agradeço o gesto de solidariedade.

Saudações democráticas.

Curitiba, 12 de agosto de 2019

Luiz Inácio Lula da Silva