Deltan quis passar a mão na bunda dos ministros do STF

Compartilhe agora

Os gravíssimos diálogos divulgados ontem pela Folha e Intercept revelaram um Deltan Dallagnol “tarado” disposto a passar a mão na bunda dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). No caso, o procurador da Lava Jato quis abusar de Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

Deltan abusou da confiança e por isso já é considerado um “morto-vivo” até mesmo entre os membros do Ministério Público Federal (MPF). A discussão em Brasília agora gira em torno de quem fechará seu caixão.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro ‘atirou e matou o carteiro’ com demissão do presidente do Inpe

Vaza Jato: Deltan Dallagnol, tic-tac, tic-tac, tic-tac…

Filha do presidente da OAB é atacada por robôs bolsonaristas nas redes

Basicamente, são três passos que aguardam Deltan ou Deltan aguarda (nesta altura do campeonato, a ordem dos tratores pouco importa):

1º) afastamento da Lava Jato;

2º) exoneração do Ministério Público Federal; e

3º) Prisão.

Não se tem notícia de que Toffoli ou Gilmar queiram afrouxar para o coordenador da Lava Jato, haja vista que Deltan quis usar as respectivas esposas para atingir os ministros.

Deltan Dallagnol não tem competência para investigar um membro do STF. Essa tarefa cabe ao procurador-geral da República que também tem assento na corte máxima.