Bolsonaro volta a atacar o Nordeste para desviar a atenção da reforma da previdência

Publicado em 6 agosto, 2019
Compartilhe agora!

(Sobradinho – BA, 05/08/2019) Cerimônia de inauguração da Usina Fotovoltaica Flutuante.rFoto: Alan Santos/PR
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) se utiliza da escatologia como estratégia para ferrar os trabalhadores e a sociedade brasileiro. Quanto não ataque gays, mulheres, jornalistas, mira nos nordestinos para desviar a atenção do que realmente está acontecendo no País: o saque de nossas riquezas, a traição nacional e a retirada dos direitos do povo para dar aos bancos.

Bolsonaro dedicou as últimas semanas para atacar governadores do Nordeste e os ‘paraíbas’, chamando-os de cabeça chata, alguns de ladrões, e dizendo que a região é uma ‘Cuba’ dentro do Brasil –em alusão de o eleitorado ser predominantemente de esquerda.

Mas os impropérios do presidente da República visam apenas a distração com a ajuda dos jornalões e do sistema financeiro.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro: “Eu, Johnny Bravo, ganhou, porra!”

Câmara pode votar o 2° turno da Previdência a partir de hoje

Bolsonaro leva brasileiros a se endividarem cada vez mais

A reforma da previdência é galinha os ovos de ouro da organização criminosa (ORCRIM) que governa o Brasil, qual seja, a milícia bolsonarista, parte do Congresso, os bancos e a velha mídia golpista. Eles se associaram com a finalidade criminosa de jogar milhões de brasileiros à miséria absoluta; de colocar idosos, viúvos e órfãos na mendicância das ruas; eis o objetivo deles.

Daqui a pouco a Câmara pode iniciar a votação em segundo turno da proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19). O texto aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

Resumo da ópera: a reforma da previdência vai dificultar a aposentadoria para os trabalhadores e reduzir a concessão e os valores de benefícios continuados como pensões e auxílios, tais como o doença.

Compartilhe agora!