Por Esmael Morais

Bolsonaro afundou a campanha de Marci na Argentina, avalia Gleisi

Publicado em 12/08/2019

Apoio de Bolsonaro, o “Peso Muerto”, afundou Macri, diz Gleisi.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), ironizou a participação de Jair Bolsonaro na eleição da Argentina. Para a dirigente petista, o presidente brasileiro afundou a campanha do colega argentino Mauricio Macri.

A esquerda venceu a eleição primária desse domingo (11) com 15 pontos de vantagem, o que indica que a chapa dos peronistas Alberto Fernández (presidente) e Cristina Kirchner (vice) vencerá o pleito de outubro vindouro.

Sem citar o cantor de rock, Gleisi afirmou que Bolsonaro é o Mick Jagger da política latino-americana.

LEIA TAMBÉM
Supremo sangra com prolongamento de prisão política de Lula

Jandira Feghali: “Dallagnol precisa ser afastado da Lava Jato e do MP”

Bolsonaro sobre primárias da Argentina: RS pode virar Roraima

“Depois de deixar o presidente do Paraguai à beira do impeachment, Bolsonaro resolveu “ajudar” nas eleições argentinas”, disse Gleisi.

Segundo a presidenta do PT, a cada declaração de Bolsonaro em favor de Macri, este afunda mais, enquanto Fernández sobe.

O presidente Jair Bolsonaro esteve duas vezes na Argentina em campanha por Macri. Numa das visitas ao país vizinho, o capitão até lançou uma moeda única, o Peso Muerto, segundo as redes sociais.