Arquivo vivo, Aécio é poupado de expulsão no PSDB

Compartilhe agora!

Considerado um “arquivo vivo” no ninho, o deputado Aécio Neves (PSDB-MG) foi poupado de expulsão pedido.

O pedido para defenestrar o ex-presidenciável tucano partir do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que chegou a dizer em julho: ‘Ou eu ou Aécio Neves.’

Aécio sabe demais sobre tudo e sobre todos no ninho. Talvez por isso, se honrar a ameaça, Covas terá de bater asas rumo a outras plagas.

LEIA TAMBÉM
Secretário nacional de Cultura deixa ministério após censura de Bolsonaro

Bolsonaro e Paulo Guedes promovem a ‘queima total’ do Brasil

Socialistas vão ao STF pela soltura imediata de Lula

Coube ao deputado Celso Sabino (PSDB-PA) engavetar o pedido de expulsão de Aécio. O parecer foi lido no começo da noite desta quarta-feira (21).

Aécio é réu no Supremo Tribunal Federal (STF) desde abril de 2018, por corrupção e obstrução da Justiça.

O parlamentar do PSDB é alvo de oito inquéritos e uma ação penal no Supremo. Além de ser réu, ele também é investigado a partir da delação dos executivos e donos da JBS –que motivou o pedido de de expulsão de Aécio.

Compartilhe agora!