‘A hora de Glenn Greenwald está chegando’, ameaça líder de Bolsonaro

Compartilhe agora!

A líder do governo Jair Bolsonaro (PSL) no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), pelo Twitter, ameaçou nesta terça-feira (6) afirmando que a hora está chegando para o jornalista norte-americano Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil.

Joice se referiu a um habeas corpus preventivo que foi impetrado por um terceiro no Supremo Tribunal Federal (STF) para “evitar possível prisão ou deportação” e Greenwald.

A legislação brasileira permite que um terceiro impetre o HC na corte máxima em nome da pessoa que sofre ou está em vias de sofrer restrições em seu direito de ir e vir.

LEIA TAMBÉM
Deputados petistas denunciam “tramoia gigantesca” no acordo de Itaipu

‘Eduardo Bolsonaro não passa de um fritador de hambúrguer’, diz Requião

Gilmar Mendes: Não me surpreenderia se tivessem aberto conta em meu nome na Suíça

Entretanto, Glenn Greenwald, também pelo Twitter, negou que tenha pedido o HC ou autorizasse alguém que o fizesse em seu nome.

“Não fiz o pedido da habeas corpus. Alguém fez no meu nome sem minha autorização ou conhecimento”, explicou o jornalista do Intercept.

Glenn ressaltou que acredita na Constituição brasileira e na liberdade de imprensa e, por isso, irá informar o STF que não quer e não precisa do habeas corpus.

Compartilhe agora!