UNE anuncia novo tsunami da educação em 13 de agosto

Compartilhe agora!

Se depender do movimento estudantil, dos trabalhadores e movimentos sociais, o governo Bolsonaro não terá sossego. Haverá grandes mobilizações em agosto que vai culminar no dia 13 com manifestações nacionais em defesa da educação e da aposentadoria dos trabalhadores.

O anuncio foi feito por líderes estudantis e sindicais durante ato gigantesco realizado nesta sexta-feira (12) na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Segundo os organizadores, foram mais de 50 mil pessoas entre estudantes, professores e trabalhadores.

“Nós vamos sair do Congresso da UNE para convocar o dia 13 de agosto como o terceiro grande dia nacional do tsunami da educação, vamos mobilizar novamente mais de 200 municípios para colocar estudantes nas ruas de todo o Brasil”, disse o estudante de economia da USP, Iago Montalvão, forte candidato a dirigir a entidade pelos próximos dois anos.

LEIA TAMBÉM
Para nunca esquecer: os traidores na reforma da previdência; confira a lista

Os participantes do Congresso, que reúne cerca de 15 mil alunos na capital federal, compareceram em peso no ato e depois marcharam para a Universidade de Brasília (UnB), local do encontro. Representantes de partidos de esquerda e parlamentares discursaram no evento.

“Oh Bolsonaro/Queria te dizer/Os estudantes estão na rua e vão derrubar você”, gritavam os manifestantes que começaram o ato no Museu Nacional para seguir em passeata até o gramado em frente ao Congresso Nacional.

Em apoio aos trabalhadores soava outra palavra de ordem: “Eu tou na rua/Sou resistência/Contra a reforma da Previdência”.

As informações são do Vermelho.

Compartilhe agora!