Por Esmael Morais

Rui Costa pode ignorar visita de Bolsonaro à Bahia

Publicado em 22/07/2019

O governador Rui Costa (PT) poderá ignorar a visita do presidente Jair Bolsonaro (PSL), nesta terça-feira (23), à Vitória da Conquista, na região Centro-Sul da Bahia.

O governador baiano foi um dos signatários do manifesto dos governadores do Nordeste contra a discriminação de Bolsonaro.

“Nós governadores do #Nordeste recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais. Aguardamos esclarecimentos e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia”; diz um trecho do texto divulgado na sexta (19).

LEIA TAMBÉM
Nordeste: Presidentes das Assembleias Legislativas repudiam Bolsonaro

Durante entrevista a jornalistas estrangeiros, também na última sexta, Bolsonaro afirmou que daqueles “governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão; tem que ter nada com esse cara”, recomendou o presidente da República para o chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Ele se referia ao governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB).

Voltemos à viagem de Bolsonaro à Bahia e ao boicote de Rui Costa à vista.

O PT defende abertamente que o governador baiano não compareça ao evento de Bolsonaro e, no dia seguinte, realize nova inauguração do aeroporto de Vitória da Conquista.

Segundo os petistas, o público pré-selecionado pela Presidência da República poderia resultar em vaia a Costa e exaltação a Bolsonaro. Ou seja, o governador baiano estaria sujeito a cair numa armadilha em seu próprio território.

Acerca da obra

O Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, na Bahia, fica localizado a 518 quilômetros de Salvador. Com a obra, o novo aeroporto terá capacidade para atender até 500 mil passageiros por ano.