Nordeste: Presidentes das Assembleias Legislativas repudiam Bolsonaro

Compartilhe agora!

Os presidentes das Assembleias Legislativas do Nordeste (ParlaNordeste) divulgaram uma nota neste fim de semana de repúdio às declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que em conversa com o ministro Onyx Lorenzoni se referiu aos governadores nordestinos pelo termo “paraíba”, e ainda deu orientações ao chefe da Casa Civil para não ajudar em nada o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Themístocles Filho (MDB), presidente da Assembleia do Piauí, é um dos que assina a nota, junto com outros seis parlamentares dos estados do Maranhão, Paraíba, Ceará, Sergipe, Bahia e Alagoas.

“O Colegiado de Presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste recebeu, com repulsa, as declarações preconceituosas do presidente da República”, inicia a nota do ParlaNordeste, que tem a presidência do deputado maranhense Othelino Neto.

O ParlaNordeste destaca a região como a terceira maior economia do país, morada de 53 milhões de brasileiros e ressalta “o  importante trabalho desenvolvido pelos nove governadores eleitos e reeleitos democraticamente pelo povo nordestino, os quais não têm medido esforços para promoverem o desenvolvimento dos seus estados e proporcionarem uma vida digna à população”.

A nota finaliza defendendo a luta contra retaliações em função de diferenças políticas e preconceito, exige respeito e o cumprimento dos deferes do governo federal com o Nordeste.

Confira a íntegra da nota:

NOTA DE REPÚDIO

“O Colegiado de Presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste (ParlaNordeste) recebeu, com repulsa, as declarações preconceituosas do presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta sexta-feira (19).

A região, terceira maior economia do Brasil, é morada de 53 milhões de brasileiros que têm orgulho de viver não só na Paraíba, mas também, no Maranhão, em Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí.

O ParlaNordeste ressalta o importante trabalho desenvolvido pelos nove governadores eleitos e reeleitos democraticamente pelo povo nordestino, os quais não têm medido esforços para promoverem o desenvolvimento dos seus estados e proporcionarem uma vida digna à população.

Por isso, lutaremos contra todo tipo retaliação em função de diferenças políticas ou preconceito. Exigimos respeito e não abriremos mão do cumprimento dos deveres do Governo Federal para com a nossa região.

Othelino Neto – Presidente do Parlanordeste (MA)
Themístocles Filho (PI)
José Sarto (CE)
Luciano Bispo (SE)
Adriano Galdino (PB) Vice -Presidente Parlanordeste
Nelson Leal (BA)
Marcelo Vitor (AL)”

Compartilhe agora!