Por Esmael Morais

Maia quer ‘passar o rodo’ e votar reforma da Previdência nesta quarta

Publicado em 10/07/2019


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou em entrevista coletiva nesta manhã de quarta-feira (10) que a ideia é aprovar em dois turnos a PEC 006/2019, da reforma da Previdência, até a próxima sexta-feira (12). O Centrão de Maia e a base governista organizam uma força tarefa para iniciar a votação nesta quarta-feira (10).

Uma determinação da presidência da Câmara proibiu a entrada de dirigentes sindicais nas dependências do parlamento e o contato com os deputados, o chamado corpo a corpo nos corredores da Casa. Cartazes e faixas foram probidos no plenário até para os deputados. Além disso, o governo de Bolsonaro opera um “toma lá dá ca” liberando emendas e cargos para os deputados que votarem a favor da PEC da Previdência.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a expectativa dos parlamentares é que às 10h30 haja quórum para retomada dos trabalhos.

As centrais sindicais e movimentos sociais, além da pressão nos gabinetes, às 14 horas, farão um ato contra a reforma da Previdência nos arredores do Congresso Nacional.

Ao vivo: