Justiça do Trabalho obriga Globo recontratar jornalista Izabella Camargo

Compartilhe agora

A Rede Globo terá que recontratar a jornalista Izabella Camargo após determinação da Justiça do Trabalho. A profissional foi demitida em dezembro, quando retornou de licença médica por causa da Síndrome de Burnout –que ocorre por excesso e fadiga de trabalho.

De acordo com a VEJA, um oficial de justiça levou nesta quinta (4), por volta das 13h30, a notificação que informa a decisão judicial. Izabella foi apresentadora da previsão do tempo dos telejornais “Hora 1” e “Bom Dia, Brasil”, que vão ao ar respectivamente de madrugada e pela manhã, durante seis anos. Devido aos horários da grade, ela precisava trocar o dia pela noite.

LEIA TAMBÉM

Em live, Bolsonaro defende o trabalho infantil

Para o juiz do trabalho José Aguiar Linhares Lima Neto, da 24° Vara do Trabalho, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a síndrome como doença relacionada ao trabalho, sendo a demissão nula porque ocorrida no período de estabilidade. Ela não poderá trabalhar no período da madrugada, para evitar o agravamento do problema.

“Sofri muita incompreensão. Entre um sintoma e outro, levava laudos para meus chefes pedindo só uma mudança de horário. Voltei de uma licença médica e fui dispensada. Uma doença assim não é bem-vista nas empresas. Algumas preferem até dizer que o funcionário quebrou o pé a confirmar a síndrome”, disse Izabella à VEJA em janeiro.

Depois de deixar a emissora, ela havia trabalhado na comunicação do Ministério da Ciência e Tecnologia.

*Com informações da Veja