Glenn Greenwald vai se filiar na Associação Brasileira de Imprensa


O jornalista norte-americano Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, aceitou convite da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) para se filiar à entidade. O jornalista foi o responsável pela divulgação de mensagens que mostram o conluio entre o ex-juiz e agora ministro da Justiça, Sergio Moro, e procuradores da Operação Lava Jato.

O anúncio foi feito na segunda feira (15), no Rio de Janeiro, na cerimônia de posse da nova diretoria, pelo novo presidente da ABI, Paulo Jerônimo Sousa. De acordo com a associação, o ato de filiação dependerá apenas da agenda de Glenn.

A ABI já havia divulgado participação na defesa jurídica do jornalista, alvo de ataques após as publicações sobre Moro e a Lava Jato. A entidade também se manifestou em apoio a Glenn depois de o jornalista e advogado ser intimidado por manifestantes em evento paralelo à Festa Literária Internacional de Paraty (Flip).

O jornalista mora no país desde 2005.