Por Esmael Morais

Glenn Greenwald será homenageado na Assembleia Legislativa de Minas

Publicado em 16/07/2019

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta terça-feira, requerimento para que o escritor, advogado e jornalista americano Glenn Greenwald, um dos fundadores do site The Intercept Brasil que vazou conversas da Operação Lava Jato, seja homenageado na casa. O pedido foi feito pelo deputado André Quintão e pela deputada Beatriz Cerqueira, ambos do PT.

LEIA TAMBÉM:
Internautas levantam hashtag #SenadoVetaEduardo

De acordo com o requerimento, a homenagem será pela carreira de Greenwald no jornalismo investigativo e na sua defesa da liberdade de expressão e de opinião.

Greenwald ganhou projeção nacional após o site The Intercept Brasil divulgar mensagens privadas entre o ministro Sérgio Moro e integrantes da Operação Lava Jato. O jornalista americano afirma ter recebido de uma fonte anônima todo o conteúdo publicado, que, segundo o site, mostra o comportamento politizado e antiético do ex-juiz e de membros do Ministério Público envolvidos na operação.

As inforamções são da rádio Itatiaia