General Mourão vem aí, segundo a Paraná Pesquisas

Compartilhe agora

Em um momento que se ampliam as vozes pelo afastamento do presidente Jair Bolsonaro (PSL), por inépcia para o cargo, o Palácio do Planalto também se movimenta para extinguir a figura do vice-presidente da República.

O instituto Paraná Pesquisas foi a campo entre os dias 17 e 20 de julho para saber se o brasileiro concorda com o fim do cargo de vice para todos os níveis do executivo (prefeito, governador e presidente da República).

LEIA TAMBÉM
Globo pede direito de resposta para o Blog do Esmael; confira a íntegra

PCdoB quer Orlando Silva como candidato a prefeito de São Paulo

Presidente da OAB vai interpelar Bolsonaro no STF

Em nota, Instituto Lula repudia as declarações de Jair Bolsonaro

De acordo com o levantamento, 53% disseram que ‘sim’ –que são favoráveis à extinção das vices– e 41% declararam ‘não’ ao fim da figura do vice. Ainda segundo a Paraná Pesquisas, 6% não souberam responder à questão.

A Paraná Pesquisas entrevistou 2.184 eleitores de 26 estados e o Distrito Federal. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

Nesta segunda-feira (29), o Blog do Esmael anotou que bolsonaristas e militares “cortaram” a língua do vice general Mourão, mas, apesar disso, ele permanece no aquecimento e poderá ser convocado a entrar no jogo como titular a qualquer momento. A mudez nada mais é do que uma estratégia política para naturalizar uma eventual substituição de Bolsonaro.