Escola Sem Partido desiste de Bolsonaro e suspende atividades

Publicado em 19 julho, 2019

O advogado Miguel Nagib, que lidera o movimento Escola Sem Partido, anunciou que as atividades serão suspensas “por absoluta falta de apoio” a partir de 1.º de agosto.

LEIA TAMBÉM
Escola Sem Partido bate outra vez na trave no Paraná

.

“Por absoluta falta de apoio, suspenderemos nossas atividades neste perfil a partir de 1º de agosto.” informou em seu perfil no Facebook.

O movimento iniciado por Miguel Nagib é ligado à extrema direita, mas parece que os políticos do bolsonarismo se apropriaram do seu discurso e deixaram seu fundador de lado.

.

Nas páginas do movimento, ele compartilha instruções de como denunciar professores que estiverem “doutrinando” estudantes. As ideias viraram projetos de lei em diversos estados e até no Congresso. Mas o Supremo Tribunal Federal já determinou a ilegalidade da mordaça.

Tudo não passa de uma tentativa de censura dos professores em busca de um pensamento único, de direita.

Veja essa postagem em que Nagib compartilha uma matéria da Gazeta do Povo:

.