Por Esmael Morais

Decisões de Moro devem ser revistas para 58%, revela Datafolha

Publicado em 06/07/2019

Além de reprovar sua conduta, a pesquisa Datafolha também revela que 58% defendem a revisão das decisões (sentenças) do ex-juiz Sérgio Moro, se comprovadas as irregularidades publicadas pelo site The Intercept Brasil.

Mas 30% dos entrevistados dizem que o ganho no combate à corrupção compensa eventuais excessos cometidos pela Lava Jato, ou seja, para eles pouco importa o devido processo legal.

O Datafolha ainda aponta crescimento daqueles que acham injusta a prisão do ex-presidente Lula. Os números oscilaram na margem de erro, de 40% para 42%, retirando dois pontos percentuais do grupo que não tinha opinião —agora em 4%.

Os mais pobres (51%) e menos escolarizados (49%) acham a prisão do petista injusta.

LEIA TAMBÉM
Datafolha: 58% reprovam a conduta de Moro

Entretanto, a prisão do petista é vista como justa por 54% —mesmo índice aferido em abril.

O Intercept publicou uma série de reportagens mostrando que Moro, na qualidade de julgador “imparcial”, combinava táticas com o acusador, o Ministério Público Federal, para tornar impossível a defesa dos réus, dentre os quais o ex-presidente Lula.

O Datafolha realizou a sondagem nos dias 4 e 5 de julho com 2.086 entrevistados com mais de 16 anos, em 130 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

A pesquisa foi encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo.