Câmara de Lisboa aprova nome de rua em homenagem a Marielle Franco

Compartilhe agora


A Câmara Municipal de Lisboa aprovou por unanimidade uma homenagem a vereadora carioca Marielle Franco brutalmente assassinada no Rio de Janeiro por milicianos em 14 de março de 2018. A proposta foi apresentada pelo partido Bloco de Esquerda que sugeriu que uma rua tenha o nome da ativista e parlamentar.

No dia 14 de março de 2018, Marielle Franco foi brutalmente assassinada a tiro à saída de uma reunião com mulheres negras no centro velho do Rio de Janeiro.

Marielle Franco, defensora intransigente dos direitos humanos e auto-intitulada “cria da favela da Maré”, foi a quinta Vereadora mais votada do Rio de Janeiro, nas eleições de 2016, com mais de 46 mil votos na sua primeira disputa eleitoral.

Socióloga, feminista, militante dos direitos humanos e crítica da recente ocupação de vastas áreas urbanas pela intervenção militar do governo federal no Rio de Janeiro, Marielle Franco empenhou-se na luta pelos direitos humanos, especialmente em defesa dos direitos das mulheres negras e dos moradores de favelas e periferias, e na denúncia da violência policial.

A morte de Marielle, e do motorista, Anderson Pedro Gomes, gerou uma enorme comoção no Rio de Janeiro e em outras cidades do país e do mundo, o que levou multidões a protestar nas ruas.