Bolsonaro duvida do assassinato de liderança indígena Waiãpi

Publicado em 29 julho, 2019
Compartilhe agora!

O presidente Bolsonaro disse que duvida do assassinato do cacique indígena Emira Waiãpi, ocorrido no sábado (27) no Amapá.

“Não tem nenhum indício forte que esse índio foi assassinado lá. Chegaram várias possibilidades, a PF está lá, quem nós pudermos mandar nós já mandamos. Buscarei desvendar o caso e mostrar a verdade sobre isso ai”, afirmou o presidente, nesta segunda-feira (29).

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro é responsável pela invasão de terras indígenas Waiãpis, diz deputada

Garimpeiros invadiram a aldeia de Waiãpi, localizada em Pedra Branca do Amapari, Amapá, e assassinaram o cacique

Segundo o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acuados e com medo de novas retaliações, os índios se refugiaram na comunidade vizinha Aramirã, para onde crianças e mulheres foram levadas.

Com informações da Folha de S. Paulo.

Compartilhe agora!