Bolsonaristas tentaram atrapalhar Greenwald na FLIP com rojões e som alto

Publicado em 13 julho, 2019
Compartilhe agora!

Um grupo de bolsonaristas com bandeiras verdes e amarelas, rojões e equipamento de som em volume muito alto, tentaram impedir o jornalista Glenn Greenwald de falar ao público que lotou o cais de Paraty na Festa Literária Internacional (Flip).

O protesto realizado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Justiça, ex-juiz Sérgio Moro, contra o jornalista americano marcou o terceiro dia da Flip.

LEIA TAMBÉM
Veja-Intercept: Novo diálogo complica Dallagnol e Gebran

O editor do The Intercept afirmou no debate que “a máscara de Sérgio Moro caiu para sempre” após a divulgação dos vazamentos da Lava Jato.

Sobre o andamento dos trabalhos da Vaza Jato, Glenn atualizou os presentes: “Estamos muito mais perto do começo do que do final. Temos muito mais para revelar. Quando perceberam a importância do material, todos os jornalistas do Brasil nos procuraram querendo trabalhar com a gente como parceiros. Todos, menos um: a Globo. Para os jornalistas da Globo, é um crime fazer jornalismo”, avalia o americano.

Ele mesmo comentou os protestos no Twitter:

Com informações do Brasil 247 e da DW.

Compartilhe agora!