Arthur Lira diz que Moro está confundindo o papel de ministro com o de juiz

Compartilhe agora

A situação do ex-juiz Sérgio Moro está mesmo insustentável. Ao tomar para si o comando de um processo em que ele mesmo está envolvido, o ex-juiz extrapola os limites da justiça.

Quem está dizendo isso não é um integrante do PT ou da esquerda, é um deputado do PP, aliado de Bolsonaro, Arhur Lira:

“Moro está confundindo de vez o papel do juiz com o de ministro. Diferentemente do que disse na Câmara, de que acompanhava a investigação apenas como vítima, ele deu sinais de que comanda a investigação ao violar seu sigilo [da investigação]. A lei de abuso de autoridade está na berlinda”, disse o líder do PP na Câmara.

A declaração foi dada à Folha de São Paulo.

LEIA TAMBÉM
Os novos diálogos do palestrante Deltan Dallagnol na XP Investimentos

ABI diz que portaria de Moro é inconstitucional e é abuso de poder

Gleisi e Wagner são ungidos por Lula para comandar o PT

Aragão sobre perseguição a Glenn: Moro é absolutamente inescrupuloso

PT aciona o STF e PGR contra Moro por destruição de provas criminais