Requião chama de “aloprados” procuradores da Lava Jato

O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), espécie de alter ego de democratas e garantistas do país, classificou como “aloprados” os procuradores da Lava Jato que tiveram mensagens divulgadas hoje (29) pelo site The Intercept Brasil.

“Procuradores sob as ordens de [Sérgio] Moro agiram como aloprados”, afirmou Requião.

“Queriam condenar com ou sem razão e nunca mediram consequências para o país. A busca de privilégios corporativos e de alguns minutos de fama”, analisou o emedebista. Para ele, os membros da força-tarefa foram “irresponsáveis”.

LEIA TAMBÉM
Em nota, Dilma Rousseff presta solidariedade a Jaques Wagner

Requião disse ainda, mesmo que neguem, alguns procuradores alienados e inocentes levaram a Lava a fazer na prática campanha pela eleição de Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o ex-senador paranaense, parte do Ministério Público Federal (MPF) integra um governo doido e entreguista.

Resumo da ópera: o que a Constituição separou (o acusador do julgador), Bozo uniu (MPF e judiciário) dentro do governo.