Moro desafia site Intercept: “Publiquem tudo se quiserem”

Publicado em 14 junho, 2019
Compartilhe agora!

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, usou as páginas do Estadão desta sexta-feira (14) para desafiar o site The Intercept Brasil, do jornalista Gleen Greenwald. “Publiquem tudo se quiserem”, instigou.

O criador do Intercept tem reiteradas vezes dito que apenas divulgou 1% dos diálogos entre Moro, o procurador Deltan Dallagnol e outras autoridades dos mundo político e jurídico.

“Todos os documentos, chats, áudios, vídeos, etc., são autênticos. Ninguém pode parar a reportagem. A verdade sobre Moro, Deltan e outros está finalmente sendo revelada. Será reportado até o final. Ninguém tem o poder de impedir isso, não importa o que eles tentem”, afirmou Greenwald.

LEIA TAMBÉM
Curitiba amanhece com menos da metade dos ônibus em circulação

O fundador do Intercept então promete: “Entendo que pessoas querem mais, mas precisa nos dar tempo e espaço pra fazer jornalismo certo. Se errarmos, isso não ajudará a informar o público, e eles vão usar isso pra sempre. Tudo será dito. Eu prometo.”

O Intercpet jura que não irá publicar mensagens secretas de cunho privado dos envolvidos no escândalo do Telegram, apesar do desafio do ministro Sérgio Moro.

Pequisa do Atlas Político assegura que a avaliação do Moro cai 10 pontos após a publicação de mensagens não republicanas do ex-juiz da Lava Jato.

Compartilhe agora!