Justiça mantém presos os assessores do ministro do Turismo

Compartilhe agora!

O juiz da 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte, Renan Carreira Machado, negou a soltura dos três assessores de Marcelo Álvaro Antônio (PSL) presos na quinta-feira (27).

Um dos detidos é o assessor especial do ministério do Turismo, Mateus Von Rondon.

LEIA TAMBÉM: Para Boulos, Dallagnol tem que ser exonerado

Também foram presos, em Minas Gerais, um dos coordenadores da campanha de Álvaro Antônio à Câmara dos Deputados em 2018, Roberto Silva Soares, e um ex-assessor do ministro na Câmara dos Deputados, Haissander Souza de Paula.

As prisões são parte da investigação sobre candidaturas de laranjas do PSL de Minas Gerais na eleição de 2018. Marcelo era o presidente estadual do partido de Bolsonaro e é apontado como o líder do esquema.

Bolsonaro adiantou que Marcelo continua no ministério até segunda-feira. E depois?

Com informações do G1.

Compartilhe agora!