Por Esmael Morais

Haddad: “Maior escândalo da história da República”

Publicado em 09/06/2019

O ex-candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, reagiu neste domingo (9) ao “maior escândalo institucional da história da República” protagonizado pelo ex-juiz Sérgio Moro e os procuradores do Ministério Público Federal (MPF).

O ex-presidenciável se referiu às reportagens do site The Intercept Brasil que provam a interferência da Lava Jato na eleição de 2018 para derrotar Haddad e aniquilar o PT.

“Podemos estar diante do maior escândalo institucional da história da República. Muitos seriam presos, processos teriam que ser anulados e uma grande farsa seria revelada ao mundo. Vamos acompanhar com toda cautela, mas não podemos nos deter. Que se apure toda a verdade!”, exigiu Haddad.

LEIA TAMBÉM
The Intercept divulga conversas secretas de Moro e Deltan que podem anular a Lava Jato

Num dos trechos de conversas entre procuradores do MPF, divulgadas hoje, mostra que o órgão lutou para impedir a entrevista do ex-presidente Lula com o claro objetivo de impedir a vitória eleitoral de Haddad e garantir a eleição de Jair Bolsonaro (PSL).

“ando muito preocupada com uma possivel volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve”, escreveu no grupo do Telegram “Carol PGR”. O procurador Deltan Dallagnol respondeu “Reza sim”.