Haddad afirma que não será candidato a prefeito de São Paulo; assista

Publicado em 7 junho, 2019
Compartilhe agora!

O ex-ministro Fernando Haddad (PT) concedeu entrevista ao o jornalista Juca Kfouri, no programa Entre Vistas, da TVT. Haddad falou sobre riscos à democracia, inaptidão de Jair Bolsonaro, denúncias sobre o governo, políticas educacionais, Paulo Freire, Lula e Ciro Gomes. Sobre planos, o também professor disse que neste momento pretende “rodar o país”, levando a mensagem da reconstrução do que está se perdendo.

Haddad saiu da eleição presidencial de 2018 com um capital político de 47 milhões de votos. Ele descarta candidatar-se novamente a prefeito de São Paulo. “Adorei governar a cidade, me propus a um novo mandato. As coisas não voltam. A vida anda mesmo. Tem gente com vontade, com disposição de ser prefeito, no campo do centro-esquerda”, afirma o ex-ministro da Educação.

Para Haddad, parte da sociedade já saiu do “luto” em meio ao processo histórico pelo qual passa o Brasil e voltou às ruas. Ele procurou mostrar otimismo ao falar sobre a possibilidade de o país voltar a um certo caminho virtuoso. “Vamos superar isso. O que temos de lutar pra fazer é abreviar esse processo. Nenhum país que deu muito certo não passou por momentos dolorosos”, afirmou. “E geralmente esses momentos precederam as fases de maior prosperidade.”

“Com algum tipo de ruptura?”, quer saber Juca, lembrando dos próprios exemplos dados pelo entrevistado, sobre França e Estados Unidos. “Essa ruptura tem de vir pela democracia, pela consciência”, responde o ex-prefeito e ex-ministro, entrevistado também pelas estudantes Isis Mustafá (Políticas Públicas na Universidade Federal do ABC) e Rebeca Santana (Direito no Mackenzie), esta beneficiária do Programa Universidade para Todos (ProUni), criado em 2004 e tornado lei no ano seguinte.

Confira a entrevista:

As informações são da Rede Brasil Atual.

Compartilhe agora!