Por Esmael Morais

Esse FHC…

Publicado em 22/06/2019

fhc_ap_lavajatoO ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o FHC, é um homem que retribui a generosidade. Ele saiu neste sábado (22) em defesa do ministro Sérgio Moro, atolado no escândalo da Vaza jato.

No entanto, o tucano não se referiu à blindagem que a Lava Jato lhe concedeu ao não investigá-lo –por determinação de Moro.

O ex-juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, em diálogos com o procurador Deltan Dallagnol, disse que não queria “melindrar alguém cujo apoio é importante”.

LEIA TAMBÉM
Folha prepara a ‘mãe de todas as bombas’ contra Moro

O coordenador pro forma da força-tarefa não decepcionou dizendo que o processo contra FHC tinha ido para São Paulo para fingir imparcialidade.

“O ministro se saiu bem. Havia mais vontade de destruir e abalar a LavaJato que de compreender”, criticou o ex-presidente tucano ao se referir à participação do ministro da Justiça na audiência da CCJ do Senado na última quarta (19).

RELEMBRE O DIÁLOGO DIVULGADO PELO INTERCEPT:

Moro – 09:07:39 – Tem alguma coisa mesmo seria do FHC? O que vi na TV pareceu muito fraco?

Moro – 09:08:18 – Caixa 2 de 96?

Dallagnol – 10:50:42 – Em pp sim, o que tem é mto fraco

Moro – 11:35:19 – Não estaria mais do que prescrito?

Dallagnol – 13:26:42 – Foi enviado pra SP sem se analisar prescrição

Dallagnol – 13:27:27 – Suponho que de propósito. Talvez para passar recado de imparcialidade

Moro – 13:52:51 – Ah, não sei. Acho questionável pois melindra alguém cujo apoio é importante