Por Esmael Morais

Efeito Moro: Odebrecht pede recuperação judicial, a maior do País

Publicado em 17/06/2019

Alvo das operações combinadas entre o ex-juiz Sérgio Moro e integrantes da força-tarefa Lava Jato, a empreiteira Odebrecht pediu recuperação judicial de R$ 100 bilhões. É a maior ação da história do País, superando o processo da Oi de R$ 64 bilhões.

Ao logo dos cinco anos de duração da Lava Jato, o Blog do Esmael e demais órgãos de imprensa independente vinham denunciando o caráter circense da força-tarefa.

“O fetiche da lava jato do combate à corrupção quebrou o país e talvez precisemos duas décadas para nos recuperarmos do ponto de vista político, econômico e mora”, repetimos o nosso mantra em março deste ano.

LEIA TAMBÉM
Intercept: “Estamos apenas no começo”

De acordo com cálculos mais conservadores, em quatro anos, o prejuízo que a “República de Curitiba” causou à Petrobrás foi de R$ 160 bilhões. Em 2016, a Federação Única dos Petroleiros atribuíam 1,5 de desempregados na conta de Moro.

Há ainda o desmonte da indústria naval brasileira com o fechamento de estaleiros e mais de 500 mil empregos.

Pois bem, voltemos à Odebrecht. A empreiteira é uma das principais multinacionais brasileiras com obras em várias partes do mundo, dentre as quais que constam em seu portfólio a ampliação do aeroporto de Miami (EUA). No entanto, devido à atuação da Lava Jato, que prendeu seus principais executivos, a Odebrecht foi perdendo contratos que a levaram a pedir recuperação judicial.