Boliviano também denuncia uso ilegal do Whatsapp pró Bolsonaro

Publicado em 19 junho, 2019

O engenheiro boliviano Nicolás Hinojosa é mais um a denunciar o esquema ilegal de campanha de Jair Bolsonaro em 2018 com o uso do Whatsapp. Segundo matéria da Folha de S. Paulo, ele afirma que seu programa foi usado por 360 pessoas, com cerca de 30 mil contas “para enviar campanhas para Bolsonaro”.

LEIA TAMBÉM: Fraude pelo Whatsapp na campanha de Bolsonaro

“Lamentavelmente, na semana passada, bloquearam meu número de WhatsApp por causa do que aconteceu no Brasil. As pessoas que fizeram campanha para o candidato Bolsonaro usaram meu software, mas nem sequer compraram as licenças, usaram a versão demo [teste]”, diz Hinojosa no vídeo.

Em entrevista à Folha, Hinojosa afirmou que 360 usuários lançaram mão de seu software “para enviar campanhas para Bolsonaro”.

“Calculo que tenham sido enviadas mensagens de cerca de 30 mil contas [números] de WhatsApp. Todas as mensagens que vi eram campanha para Bolsonaro. Textos e imagens em português”, disse.

LEIA TAMBÉM: PT cobra investigação sobre novas revelações do esquema no WhatsApp

Confira a fala do boliviano:

As informações são da Folha de S. Paulo.