Paulo Guedes

Sem reforma da Previdência, Guedes diz que renuncia e vai “morar lá fora”

Publicado em 24 maio, 2019
Compartilhe agora!

Paulo Guedes O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a afirmar que irá renunciar ao cargo se a reforma da Previdência não for aprovada ou se ela “virar uma reforminha”.

“Pego um avião e vou morar lá fora. Já tenho idade para me aposentar”, disse o ministro em entrevista à revista Veja publicada nesta sexta-feira (24).

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro vai lançar o programa “Meu Aluguel, Minha Dívida”

“Eu não sou irresponsável. Eu não sou inconsequente. Ah, não aprovou a reforma, vou embora no dia seguinte. Não existe isso. Agora, posso perfeitamente dizer assim: ‘Olha, já fiz o que tinha de ter sido feito. Não estou com vontade de ficar, vou dar uns meses, justamente para não criar problemas, mas não dá para permanecer no cargo’. Se só eu quero a reforma, vou embora para casa”, completou.

Na entrevista, Guedes reafirmou que a reforma precisa gerar uma economia de 1,2 trilhão de reais nos próximos dez anos. Mas reconhece que, diante das dificuldades de aprovação no Congresso, há uma margem de negociação que pode no máximo ir a R$ 800 bilhões.

Compartilhe agora!