PSDB-SP decide lançar candidatos ‘puro sangue’ e proíbe coligação com PT em 2020

Compartilhe agora!

O diretório paulista do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), sob controle de João Doria, aprovou uma resolução determinando o lançamento de candidaturas próprias nas eleições municipais de 2020 em todas as cidades do estado. Além disso, veda qualquer coligação com o Partido dos Trabalhadores (PT).

A guinada à direita do PSDB é comandada pelo governador João Doria, mas encontra resistência interna. principalmente do prefeito paulistano Bruno Covas.

Enquanto o grupo político do governador prega uma guinada conservadora e liberal no PSDB, o de Covas fala em voltar às origens da social-democracia e dialogar com a esquerda.

O escolhido para comandar o diretório do PSDB na capital, e também a campanha de Covas em 2020, foi o sociólogo e pesquisador Fernando Alfredo.

Chefe de gabinete da subprefeitura de Pinheiros, ele é um aliado histórico do prefeito. “O PSDB não é e nem será um partido de direita. Historicamente ele é mais próximo da esquerda do que da direita”, disse Alfredo ao Estado.

O novo dirigente se diz “radicalmente contra” a ideia, defendida pelo grupo de Doria, de mudar o nome do PSDB e refundar o partido.

A resolução na qual o PSDB paulista determinou o lançamento de candidatos em todas as cidades do estado também veda “qualquer coligação” com nomes do PT.

*Com informações da Coluna Painel e do Estadão

Compartilhe agora!