Prevendo derrota da direita, Bolsonaro já ameaça a Argentina

Publicado em 3 maio, 2019
Compartilhe agora!

Bolsonaro (PSL) se diz “preocupado com o futuro político” da Argentina, e já antecipa ameaças de guerra contra os “hermanos” do sul. O presidente afirmou aos formandos do Instituto Rio Branco que as Forças Armadas entram em cena quando a diplomacia falha.

O país presidido pelo direitista neoliberal Maurício Macri está em colapso e a ex-presidenta Cristina Kirchner lidera as pesquisas para a presidência nas próximas eleições.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro e Witzel fazem no Rio um necrotério a céu aberto

“Eles (diplomatas) que nos evitam entrar em guerra. Muito simples. Quando acaba a saliva, entra a pólvora. Não queremos isso. Temos que tentar a solução dos conflitos de forma pacífica, é isso”, afirmou Bolsonaro.

“Se não tiver como, em um hipotético conflito, resolver na diplomacia, aí cada país decide se vai pelas últimas consequências ou não”, completou.

O presidente também incitou o Exército da Venezuela a passar para o lado dos golpistas. “A gente espera que essa fissura que está na base do Exército vá pra cima. Não tem outra maneira. Se você não enfraquecer o Exército da Venezuela, o Maduro não cai”, comentou.

Com informações do Portal Vermelho.

Compartilhe agora!