Por Esmael Morais

Moro quer o lugar de Bolsonaro, não o STF, diz ex-ministro da Saúde

Publicado em 14/05/2019

O ex-ministro da Saúde e deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), pelo Twitter, afirmou que o ex-juiz Sérgio Moro deseja o lugar de Jair Bolsonaro (PSL), qual seja, a Presidência do Brasil.

Barros interpretou o desmentido do ministro da Justiça, negando que queira ir para o STF, a despeito do anúncio de Bolsonaro, no domingo (12), como um desejo de ocupar a cadeira do chefe.

Segundo o parlamentar do PP, ‘era difícil sair de juiz de primeira instância para o STF’ porque isso ‘causaria rejeição na corporação dos magistrados’ em todo o País.

LEIA TAMBÉM
Escolas privadas de elite e classe média aderem à greve pela Educação

“Aceitou o ministério da justiça como trampolim e transição. Agora diz que não, desmentindo BOLSONARO, porque quer o lugar dele, a presidência do Brasil”, completou Ricardo Barros.

A manifestação de Barros, considerado experiente operador político, evidencia as dificuldades que o capitão terá no Congresso para aprovar como reforma da previdência. Também deixa claro que Moro pode não passar na sabatina do Senado.