Moro foi demitido antecipadamente por Bolsonaro, diz Reinaldo Azevedo

Publicado em 13 maio, 2019
Compartilhe agora!

O jornalista Reinaldo Azevedo, da Folha e Bandnews, afirmou nesta segunda-feira (13) que o ministro Sérgio Moro foi demitido um ano e meio antes pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Eu nunca vi isso antes”, disse estupefato Reinaldo ao comentar o anúncio de Bolsonaro que indicou o ministro da Justiça para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

O jornalista se referiu ao fato de o Ministério da Justiça ficar acéfalo, desde já, com a prematura indicação para o Supremo. Moro recebeu “aviso prévio” na entrevista que Bolsonaro concedeu domingo (12) a Milton Neves, na rádio Bandeirantes.

A indicação de Moro a 1 ano e meio de abrir a vaga, com a aposentadoria do decano Celso de Mello, causou reações nos mundos político e jurídico.

LEIA TAMBÉM
Governo Bolsonaro cancela mais um evento da ONU sobre mudança climática no Brasil

O ministro do STF Marco Aurélio Mello, por exemplo, afirmou que “soa muito mal” a antecipação e sugere que Moro fez uma “troca” ao aceitar a Justiça.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), também abriu fogo na indicação do ex-juiz da lava jato para a corte supremo. “Moro no STF, não”, pediu ao lançar campanha contra algoz do PT e de Lula.

Compartilhe agora!