Por Esmael Morais

Lula aos metalúrgicos do ABC: “Nunca esqueci de onde vim”

Publicado em 13/05/2019

O ex-presidente Lula enviou mensagem ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC pelo aniversário de 60 anos da entidade, completados no domingo (12). Escrita de próprio punho, a carta foi lida durante evento comemorativo realizado ontem na sede da entidade, em São Bernardo do Campo.

Lula lembrou da histórica greve dos metalúrgicos na Scania em 1978, que abalou a ditadura e representou um marco no sindicalismo brasileiro.

LEIA TAMBÉM: Juíza admite Control C Control V na condenação de Lula

“Há 41 anos, no dia 12 de maio de 1978, as máquinas pararam na fábrica da Scania de São Bernardo do Campo. Foi o início da primeira grande greve no ABC depois de um longo período de repressão e arrocho salarial. Foi quando a classe trabalhadora levantou a cabeça e mostrou sua força, mudando a história do país”, escreveu o ex-presidente.

“Por ter participado daquela greve e tantas outras, tenho muito orgulho de ser membro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC desde 1968. Junto com vocês aprendi que vale a pena lutar por justiça e democracia, pelos direitos dos trabalhadores e uma vida melhor para o nosso povo, por mais difíceis que sejam as condições dessa luta”, disse.

Em 1975, Lula foi eleito presidente do sindicato, sendo reeleito três anos depois. Em 1980, o sindicato sofreu intervenção e a diretoria foi cassada, com dirigentes presos e enquadrados na Lei de Segurança Nacional, Lula entre eles.

Confira a carta manuscrita de Lula:

As informações são do Portal de Lula.