Por Esmael Morais

Deu ruim para o ministro da Educação

Publicado em 14/05/2019

A Câmara aprovou nesta terça (14), por 307 votos a favor e 82 contra, na véspera da greve nacional da educação, a convocação do ministro Abraham Weintraub.

O ministro será obrigado a comparecer ao plenário da Casa porque se trata de uma “convocação” dos parlamentares, que querem melhores explicações sobre os cortes de 30% nas verbas educacionais.

LEIA TAMBÉM
Efeito Bolsonaro: Setor de serviços cai 0,7% em março

Weintraub terá de comparecer ao plenário já nesta quarta, dia 15, mesmo dia em que estudantes e professores estarão nas ruas de todo o País.

A convocação do ministro da Educação foi encarada pelo meio político como mais uma derrota do governo Jair Bolsonaro (PSL) no Congresso.