Por Esmael Morais

Bolsonaro volta a criticar manifestações: “Movimento do pessoalzinho que eu cortei a verba”

Publicado em 19/05/2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a criticar os protestos contra os cortes na educação realizados na última quarta-feira (15). Desta vez, o presidente se referiu às manifestações como “movimento do pessoalzinho que eu cortei a verba” e reafirmou que os estudantes são “idiotas úteis”.

A fala de Bolsonaro aconteceu ontem à noite (18) em frente à residência oficial da presidência da República. Na ocasião, ele saiu para conversar com alunos de um colégio particular de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:
Manifestação no dia 26 é para defender Flávio Bolsonaro

“E esse movimento do pessoalzinho aí que eu cortei verba, o que vocês acharam?”, perguntou o presidente aos estudantes.

“É uma minoria que manda na escola. Pessoal faz aí porque alguns (professores) (estavam) oferecendo pontos, facilidades. E o pessoal (estudantes) nem sabe o que foi fazer nas ruas. São idiotas úteis. É verdade”, disse o presidente.

Bolsonaro já havia chamado de “idiotas úteis” e “massa de manobra” os estudantes que tomaram as ruas das principais cidades do país contra os cortes dos recursos na educação promovidos pelo seu governo.