Por Esmael Morais

Bolsonaro dá tiro no pé ao não brigar para manter Coaf com Moro, diz líder do PSL no Senado

Publicado em 24/05/2019

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), criticou nesta sexta-feira (24) a decisão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de não brigar pela devolução do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Justiça, comandado por Sérgio Moro.

Bolsonaro afirmou ontem (23) durante uma transmissão ao vivo no Facebook que o Senado deveria confirmar a decisão da Câmara acerca da Medida Provisória 870 (minirreforma administrativa do governo) que retirou o Coaf do controle de Sérgio Moro.

LEIA TAMBÉM:
Expectativa da população piora em relação ao restante do mandato de Bolsonaro, diz XP

“Não vi a live, mas se o presidente estiver pensando assim, estará dando um tiro no próprio pé”, avaliou Major Olímpio.

“Difícil defender, se ele abrir mão da estrutura que sustenta sua principal bandeira: o combate à corrupção”, completou.

Na prática, a fala de Bolsonaro desautorizou Major Olímpio, que havia dito que a bancada do PSL no Senado trabalharia para manter o Coaf com o Ministério da Justiça.

A votação MP 870 no Senado está prevista para acontecer na próxima terça-feira (28).

Com informações da Folha