Tomate é o ‘vilão’ da inflação também no governo de Bolsonaro

Publicado em 16 abril, 2019


Levantamento feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) registrou elevação dos preços das hortaliças, especialmente do tomate, em todas as Centrais de Abastecimento (Ceasas) pesquisadas em abril. O 4º Boletim Prohort, divulgado nesta terça-feira (16) pela Conab, indica alta recorde no preço do tomate.

Goiânia, registrou a maior alta no atacado em março: 90%. Nos outros mercados estudados, os acréscimos de cotação também foram significativos, variando na casa de 40% em Fortaleza e no Rio de Janeiro, e acima de 30% em Vitória, São Paulo e Belo Horizonte.

Já na primeira quinzena de abril, o produto registra o maior preço praticado desde o início da série histórica.

O tomate já foi classificado como um vilão da inflação durante o governo da presidente Dilma Rousseff.