Por Esmael Morais

Sócrates diz que Moro foi um juiz indigno e é político medíocre

Publicado em 24/04/2019

O ex-primeiro ministro português José Sócrates acusou Sérgio Moro de ter sido um juiz “indigno”, político “medíocre” e uma pessoa “lamentável” que desrespeita “princípios básicos do Direito”.

LEIA TAMBÉM: Gilmar Mendes diz que Lava Jato virou um partido político

Sócrates respondeu a uma declaração de Moro que teria visto uma dificuldade institucional, no Brasil e em Portugal, para avançar processos de corrupção contra políticos como ele.

O socialista caracterizou Sérgio Moro como “um ativista político disfarçado de juiz”. E acrescentou que “é impossível ler a declaração do ministro da Justiça brasileiro sem um esgar de repugnância”.

“Ele põe em causa os princípios básicos do direito e da decência democrática. Não, nunca cometi nenhum crime nem fui condenado por nenhum crime. Não posso aceitar ser condenado sem julgamento, muito menos por autoridades brasileiras”, escreveu.

Será que a lava jato quer abrir uma filial na Europa, como fez no Peru?

Com informações do Público.