Por Esmael Morais

Prefeito de Nova York diz: ‘Fora, Bolsonaro’

Publicado em 13/04/2019

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, é um “ser humano perigoso”, “notoriamente racista e homofóbico”, que está destruindo a floresta amazônica e por isso não seria bem-vindo em sua cidade.

O prefeito nova-iorquino pediu o cancelamento de uma cerimônia em homenagem a Bolsonaro, no dia 14 de maio, prevista para ocorrer no Museu de História Natural da maior cidade norte-americana.

LEIA TAMBÉM
Paulo Pimenta propõe sustar decreto de Bolsonaro que pode legalizar fundo bilionário da Lava Jato

A viagem de Bolsonaro aos Estados Unidos, no mês que vem, também prevê o recebimento título de “Pessoa do Ano” concedido por instituições financeiras. O jantar promovido pela obscura Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos seria realizado no Museu de História Natural. Seria.

Os robôs de Bolsonaro reagiram com a peculiaridade de sempre: “Ele tem razão, Bolsonaro é perigosíssimo pra comunistas safados, corruptos e toda essa corja de canalhas que querem ‘sambar’ com dinheiro público.”