Morre mais um jornal do Paraná

Compartilhe agora!

O tradicional jornal impresso ‘O Diário do Norte do Paraná’, do município de Maringá (PR), foi à pique nesta segunda-feira (15).

Segundo o jornalista Ângelo Rigon, em seu site, a juíza de direito substituta Mariana Pereira Alcântara Magoga, da 1ª Vara Cível de Maringá, decretou hoje a falência da Editora Central Ltda.

A magistrada levou em consideração o argumento da Fazenda Nacional, segundo a qual a editora vinha descumprindo o parcelamento de dívida tributária, um débito superior a R$ 4 milhões, sustentando que a empresa buscava se utilizar da recuperação judicial para dilapidar seu patrimônio e se esquivar de suas obrigações.

LEIA TAMBÉM
Globo dissemina fake news sobre reforma da previdência; confira

Apontado como o terceiro maior jornal do estado, ‘O Diário do Norte do Paraná foi fundado em 1974’ e em 29 de junho deste ano faria 45 anos. Pela redação do jornal, o primeiro off-set da região, passaram muitos profissionais da comunicação.

Nos últimos anos, o Paraná viu morrer o também tradicional O Estado do Paraná, Diário Popular, Correio de Notícias, Jornal de Londrina, dentre outros.

Há também aqueles títulos — a exemplo da Gazeta do Povo — que mataram a versão impressa de seus jornais e tentam se reinventar no mundo online.

Compartilhe agora!