Lula x reforma da previdência

Publicado em 24 abril, 2019
Compartilhe agora!

A espetacularização no julgamento do ex-presidente Lula acabou servindo como “cortina de fumaça” na CCJ da Câmara que ontem (23) votou pela admissibilidade da reforma da previdência.

O Blog do Esmael anotou na manhã dessa terça-feira que CCJ e Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) fariam sessão “casada” sobre a soltura de Lula e o fim da aposentadoria.

Na boa parte do dia, a velha mídia estampou as agruras do petista e deixou para o segundo plano a reforma da previdência — embora os jornalões advoguem pelos bancos, isto é, pelo confisco de R$ 1 trilhão da poupança previdenciária dos brasileiros para a constituição da capitalização.

LEIA TAMBÉM
Reforma da previdência judicializada

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, também havia expressado preocupação com a transmissão ao vivo da sessão do STJ pela internet. Segundo ela, seria mais um espetáculo do que um julgamento justo haja vista que o órgão fracionado não tem por regra o espetáculo. Bingo.

Lula afirmou por meio de seus advogados que foi julgado por inimigos de classe e que espera o povo para tirá-lo da prisão política.

Resumo da ópera: Lula continuou preso e o povo pode perder o direito de se aposentar; quem já é aposentado ou pensionista ainda poderá sofrer a redução do benefício devido à desconstitucionalização promovida pela reforma da previdência.

Compartilhe agora!