Por Esmael Morais

Jean Wyllys defende Haddad: “Homofóbico é quem está no armário”

Publicado em 12/04/2019

O ex-deputado Jean Wyllys (PSOL) defendeu Fernando Haddad que está sendo acusado de homofobia. Em resposta a um ataque de Carlos Bolsonaro, Haddad perguntou: “Priminho tá bem?”.

Essa frase foi tida pela extrema direita e por grupos LGBT como uma declaração homofóbica, por causa de um suposto romance do filho do presidente com “seu primo”.

Mas Jean não entrou na paranoia:

“Ninguém me chame a usar a causa LGBT pra atacar Haddad só porque este se referiu a um hipócrita homofóbico nos termos em que deveria se referir. Go, Haddad! Homofóbico é quem está no armário, goza no armário e ataca o orgulho LGBT desde o armário!”