Indústria tem menor participação no PIB em 70 anos

Publicado em 8 abril, 2019
Compartilhe agora!

A desindustrialização é um fenômeno que assola aceleradamente o país desde os anos 80, mas a indústria da transformação tem seu pior desempenho em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) em 70 anos.

“No ano passado, esse setor respondeu por apenas 11,3% da atividade econômica do País, o patamar mais baixo em mais de 70 anos – não há dados anteriores a 1947”, revela o Estadão.

A debacle do setor industrial brasileiro ocorre devido à combinação de dois fatores explosivos: recessão econômica e desemprego, isto é, falta de consumidores internos para os produtos industrializados.

LEIA TAMBÉM
Datafolha diz que pessimismo com economia aumentou desde a posse de Bolsonaro

Com as economias cada vez mais fechadas em todo o mundo, vide a dos Estados Unidos de Donald Trump, dificilmente os produtos locais alcançariam rapidamente mercados externos.

Some-se à recessão econômica causada pelo modelo neoliberal, que inibe o investimento estatal, a desindustrialização é incentivada pela especulação no mercado financeiro.

O empresário que tinha duas fábricas hoje prefere fechar uma e aplicar os recursos em títulos da dívida pública, por exemplo, que remunera até 8,87% (dependendo da modalidade da aplicação). Isto significa que o “empreendedor” vem trocando a atividade industrial pela de especulador no mercado financeiro, por isso o alinhamento desse segmento representado pelo Sistema S com o ministro da Economia, Paulo Guedes, representante deste nefasto modelo de desindustrialização e de financeirização da economia nacional.

Sob o governo Jair bolsonaro (PSL), segundo economistas, é provável que 2019 registre um número ainda mais baixo que o de 2018, cuja opinião é compartilhada pelo economista Rafael Cagnin, do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi). 

Compartilhe agora!