Basem Naim_Flávio Bolsonaro

Hamas diz que Flávio Bolsonaro é filho de extremista

Compartilhe agora

O chefe de relações internacionais do Hamas, Basem Naim, usou o Twitter nesta sexta-feira (5) para criticar os ataques do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) contra o grupo palestino.

LEIA TAMBÉM:
Maioria dos brasileiros rejeita comemorar golpe de 64, diz Datafolha

O chefe de relações internacionais do Hamas afirmou na rede social que Flávio Bolsonaro é “filho do presidente extremista do Brasil”.

“O filho do presidente extremista do Brasil Flávio Bolsonaro está atacando o Hamas porque rejeitou o apoio ilimitado à ocupação israelense do novo governo brasileiro, em contradição ao apoio histórico do Brasil aos direitos palestinos”, escreveu Naim.

“Jerusalém é um território ocupado, de acordo com o direito internacional, e ninguém, incluindo Jair Bolsonaro, tem o direito de legitimar a ocupação israelense”, completou.

Durante viagem a Israel, Flávio Bolsonaro escreveu no Twitter que queria que Hamas explodisse — mas depois voltou atrás e apagou a publicação.