Guedes encrencado no TCU por fraudes em fundos de Previdência

Publicado em 3 abril, 2019
guedes

O Tribunal de Contas da União abriu um processo para investigar fraudes em negócios de uma empresa do ministro da Economia, Paulo Guedes, com fundos de pensão de empresas estatais. Não deixa de ser uma tremenda ironia que a principal bandeira do ministro até agora seja justamente a “reforma” da Previdêncoa.

Os fundos são da Superintendência Nacional de Previdência Complementar e da Fundação dos Economiários Federais, ligada à Caixa.

LEIA MAIS: Deputados irão pedir prisão de Paulo Guedes, se ele for arrogante na Câmara

As perdas estão na casa de R$ 1 bilhão. A Procuradoria da República no Distrito Federal apura indícios de gestão fraudulenta ou temerária em operações para captar e aplicar esse montante.

Outros fundos sofreram perdas, entre eles a Previ (Banco do Brasil), Petros (Petrobras) e Postalis (Correios).

A suspeita do MPF é de que as transações tenham gerado ganhos excessivos para o ministro, em detrimento das entidades que injetaram o dinheiro.

Guedes pode começar a sua fala de hoje na CCJ da Câmara explicando essas suspeitas, não é?

As informações são da Folha de São Paulo.