Governo Bolsonaro condecora advogado dos militares que fuzilaram músico no Rio

Publicado em 18 abril, 2019
Compartilhe agora!

Paulo Henrique Pinto de Mello, advogado dos militares do Exército que fuzilaram com 80 tiros o músico Evaldo dos Santos Rosa, no Rio de Janeiro, será condecorado pelo governo. O nome dele está entre os homenageados pelo Ministério da Defesa em uma lista publicada no Diário oficial da União (DOU) na terça-feira (16).

O advogado receberá a “Medalha da Vitória”, referente a missões de paz da 2ª Guerra Mundial. Segundo informações do portal UOL desta  quinta-feira (18), a condecoração foi designada ao advogado antes de ele assumir o caso dos militares que mataram o músico.

Além dele, outros 300 militares serão condecorados pelo ministério. A medida foi assinada pelo ministro general Fernando Azevedo e Silva (Defesa) em 12 de abril. Dias antes, Fernando Azevedo disse que a morte de Evaldo foi  “um fato isolado”, e que será  “apurado até as últimas consequências”,pelo Exército.

O advogado Paulo Henrique é militar da reserva. Ele atua em áreas do direito eleitoral e na Justiça Militar.

*Com informações do UOL

Compartilhe agora!