General paulo chagas

Ex-candidato do PSL ao governo do DF é alvo de busca em inquérito que apura ataques ao STF

Publicado em 16 abril, 2019
Compartilhe agora!

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta terça-feira (16) oito mandados de busca e apreensão relacionados às investigações de injúria e difamação contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

LEIA TAMBÉM:
Opinião do Blog do Esmael: Contra a censura aos sites O Antagonista e Crusoé

Pelo Twitter, o general da reserva do Exército Paulo Chagas, candidato ao governo do Distrito Federal pelo PSL derrotado na eleição do ano passado, informou que é alvo de um dos mandados.

“Caros amigos, acabo de ser honrado com a visita da Polícia Federal em minha residência, com mandado de busca e apreensão expedido por ninguém menos do que ministro Alexandre de Moraes. Quanta honra! Lamentei estar fora de Brasília e não poder recebê-lo pessoalmente”, escreveu Paulo Chagas na rede social.

A operação foi autorizada pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes.

No dia 14 de março, o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, anunciou no plenário da Corte a abertura de um inquérito para apurar “notícias fraudulentas”, ofensas e ameaças a ministros do tribunal. Na ocasião, Toffoli destacou o ministro Alexandre de Moraes para conduzir as investigações.

Compartilhe agora!