Estados Unidos terão controle de acesso na base de Alcântara

Compartilhe agora

O acordo lesivo aos interesses nacionais firmado pelo governo de Jair Bolsonaro com os Estados Unidos para o uso do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, cria “áreas restritas”, onde serão manipuladas as tecnologias norte-americanas. O acesso a esses locais específicos será permitido ao Brasil somente a pessoas autorizadas pelo governo dos EUA.

O acordo, resultado da visita de Bolsonaro ao presidente Donald Trump, estabelece  também limitações no poder de investigação das autoridades brasileiras em caso de acidentes.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo,  além do espaço restrito, a parceria entre os dois países também prevê “áreas controladas”. Mas, nesse caso, o acesso de pessoas ao local poderá ser autorizado pelo Brasil e outros países que participem de atividades na base de Alcântara.

A questão do acordo Brasil-Estados Unidos sobre o uso da base de Alcântara será ainda apreciado pelo Congresso Nacional.

*Com informações de O Estado de São Paulo